Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

Trump é eleito a personalidade pró-vida de 2017

A primeira estratégia de segurança nacional do presidente dos EUA, Donald Trump, diz que a China e a Rússia estão "tentando erradicar a segurança e a prosperidade americanas"

A Operation Rescue, uma das maiores organizações pró-vida dos Estados Unidos, elegeu o presidente Donald Trump a personalidade pró-vida de 2017.

"Desde que Trump assumiu o cargo, ele conseguiu mais pela agenda pró-vida do que qualquer outro presidente", disseram os líderes da organização.

Ao explicar o porquê da escolha, o grupo falou da nomeação do juiz Neil Gorsuch para Suprema Corte dos EUA,  por negar dinheiro público aos provedores de aborto em todo o mundo, pela investigação do Departamento de Justiça sobre a venda ilegal de órgãos de bebês abortados na Planned Parenthood, pelo o apoio à legislação pró-vida, nomeação de pessoas pró-vida para sua administração e políticas específicas da causa pró-vida

"Estamos orgulhosos do presidente Trump e da sua audaz vontade de promover a causa da vida", disse um dos líderes da organização. "Há mais batalhas pela frente, mas sob a administração do Trump, agora podemos finalmente ver o progresso dentro do nosso governo para restaurar o valor da vida e as proteções dos bebês em gestação".

Em 2017, Trump discursou e pediu para que os norte-americanos não abortem bebês com síndrome de down.

"Infelizmente, há muitas pessoas - tanto nos Estados Unidos como em todo o mundo - que ainda vêem a síndrome de Down como uma desculpa para ignorar ou descartar a vida humana", disse Trump em uma declaração oficial reconhecendo o Mês de Consciência sobre a Síndrome de Down. "Este sentimento é e sempre será tragicamente equivocado. Devemos sempre estar vigilantes na defesa e promoção dos únicos e especiais de todos os cidadãos que precisam ". "Não devemos tolerar qualquer discriminação contra eles, pois todas as pessoas têm dignidade inerente", acrescentou o presidente.

A informação é do Breitbart 

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/