Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

ONU pede união e critica o nacionalismo

O chefe da ONU lança alerta vermelho contra o nacionalismo, a xenofobia, as mudanças climáticas

O secretário-geral das Nações Unidas, Antonio Guterres, fez uma mensagem de final de ano e pediu mais união. Ele também criticou o nacionalismo.

"Quando começarmos o ano de 2018, peço que haja unidade", disse Guterres. "Podemos resolver conflitos, superar o ódio e defender valores compartilhados".

Guterres advertiu sobre "aprofundar conflitos e novos perigos", incluindo armas nucleares, mas não especificou os conflitos ou perigos, evitando menções como o Estado islâmico ou o apoio do Irã ao terrorismo a nível mundial. Em vez disso, a ONU nomeou outras "ameaças".

“Ao mesmo tempo, os impactos da mudança climática pioraram em um ritmo alarmante, as desigualdades sociais cresceram,e houve violações horríveis dos direitos humanos”, disse o comunicado de imprensa da ONU disse que as observações do secretário.

"O nacionalismo e a xenofobia estão em ascensão", disse Guterres.

O comunicado de imprensa disse que o secretário acredita que o mundo "pode ​​ser tornar mais seguro" se as nações se unirem contra essas ameaças.

"A unidade é o caminho", disse Guterres. "Nosso futuro depende disto."  

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/