Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

Livro sobre o governo Trump pode ter mentiras, admite o autor

Resultado de imagem para michael wolf and trump

Michel Woff, autor do livro Fire and Fury: Inside the Trump White House, que fala sobre os bastidores do governo Donald Trump, admitiu que alguns dos trechos do livro podem ser falsos.

O escritor falou que muitas de suas fontes estavam claramente mentindo, porém, ele não retiraria nada para os leitores julgarem o que seria verdade.  Ele também falou que várias de suas fontes contradiziam umas as outras.

De acordo com Woff, mais de 200 entrevistas foram realizadas, inclusive com Trump, embora o presidente negue qualquer contato com ele. O autor também falou que possui a gravação de todas as entrevistas.

Segundo o livro, Trump jamais quis ser presidente, os funcionários da Casa Branca o consideram um tolo e ele comia no Mc Donalds para evitar ser envenenado. Além disso, Woff mostra o ex-estrategista chefe da Casa Branca Steve Bannon chamar Ivanka Trump de burra, além dele falar que Donald Trump Jr. era um "traidor" e "anti-patriota" por se encontrar com lobistas russos e um conselheiro sênior da Casa Branca.

Em seu Twitter, o presidente chamou o livro de mentiroso e que tudo não passava de uma distração sobre os casos de corrupção envolvendo Hillary Clinton e a sua fundação.

Ele também colocou em sua rede social uma imagem com frases de jornalistas da CNN, New York Times, Businses Insider, Politico, National Review etc falando de uma possível falsidade do livro.

A informação é do Business Insider 

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/