Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

Liberdade com responsabilidade: isso é conservadorismo


Por Ruben F. Guanais
Da página Trincheira da Liberdade

O ser humano raciocina, sonha, quer coisas. Cada um de nós é único, busca realizações diferentes, tem interesses diferentes. Seja se lançar a mares nunca antes navegados ou se deixar guiar pela simplicidade, cada indivíduo tem ideia própria sobre a vida, sobre o que o cerca. De banqueiro a poeta, de empreendedor a bon-vivant, de esportista a nerd, ninguém é igual a ninguém no que considera ser o caminho em busca da felicidade.

Por conseguinte, não estar sob coerção de um senhorio ou de um Estado, ter à mão o leme do querer, poder lutar por aquilo que acredita, ter direito de propriedade sobre o que produz ou adquire consensualmente de terceiros por herança, dádiva ou troca, é, sem dúvida, imprescindível a uma vida digna de ser vivida, é o que nos torna aptos a existir como pessoa humana em sua plenitude.

Entretanto, liberdade não é um bem líquido e certo, outorgado sem esforço a todo e qualquer indivíduo, a qualquer tempo. E não há garantia, para quem a detém, de gozá-la de forma perene, sem o devido zelo. Faz-se necessário, portanto, a quem não a possui, lutar por ela, e a quem a tem, defendê-la com sabedoria e responsabilidade.

Não convém a um ser humano livre, os excessos. "A liberdade também deve ser limitada a fim de ser possuída", afirma o político e filósofo irlandês Edmund Burke. Ordem e liberdade sempre caminham de mãos dadas. Costumes morais, regras escritas, ética e bom senso devem ser observados para que a liberdade de um indivíduo não cause dano à liberdade alheia, de forma a não abalar o fino tecido social que permite a cada um de nós o domínio da própria vida.

"Homo homini lupus (O homem é lobo do homem)". A frase cunhada pelo dramaturgo romano Tito Macio Plauto na peça "Asinaria", em 194 a.C., foi depois reiterada por vários pensadores, a exemplo de Thomas Hobbes e John Locke. A história da humanidade mostra que sempre haverá quem atente contra a liberdade dos demais. Por ser assim, é imperativo estar atento a esses ataques.

"É comum o indolente ver seus direitos serem tomados pelos ativos. A condição sobre a qual Deus dá liberdade ao homem é a eterna vigilância. Se tal condição é descumprida, a servidão é, ao mesmo tempo, a consequência de seu crime e a punição pela sua culpa", discursou o estadista britânico Jonh Philpot Curran.

Tiranos do mundo inteiro atacam nossa liberdade, cotidianamente. Em todos os lugares, em todos os países, sempre há um lobo à espreita, muitas vezes em pele de cordeiro, se valendo de ardis, disfarces, sutilezas. Grupos políticos tentam manipular populações inteiras, de forma a torná-las indefesas, com o objetivo de subjugá-las. No campo minado da política, garantir a própria liberdade é compreender que, na vida, tudo, até mesmo a inação, gera consequência.

Trincheira da Liberdade defende o conservadorismo e o Estado mínimo, de livre mercado, por entender ser de fundamental importância para nos mantermos indivíduos livres, numa sociedade saudável e próspera. O objetivo aqui é a divulgação do pensamento de personalidades tais quais Raymond Aron, Barry Goldwater, Richard Weaver, Thomas Sowell, Russell Kirk, Roger Scruton, Alexis de Tocqueville, Ortega y Gasset, Benjamin Franklin, Adam Smith, Ludwig von Mises, Ayn Rand, Friedrich von Hayek, entre outros, bem como analisar o momento político atual e fomentar o debate.

Essa Trincheira vê em você, que ama a liberdade e a ordem, um aliado. Visite regularmente Trincheira da Liberdade, curta, comente e compartilhe conteúdo. Essa Trincheira é sua! Unidos somos fortes!

"Se homens maus se juntam, os bons precisam se associar. Do contrário cairão um a um".
Edmund Burke

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/