Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

Veterano de guerra mata homem que tentou invadir sua casa

Um funcionário da John Jovino Co. detém um revólver na quinta-feira, 26 de junho de 2008, em Nova York.  A Suprema Corte dos EUA decidiu no início do dia em que os americanos têm o direito constitucional de manter armas em suas casas para autodefesa - o primeiro grande pronunciamento dos juízes sobre o controle de armas na história dos EUA.

O veterano da guerra da Coreia, o norte-americano Coreia Don Lutz, 84 anos, acordou com o som de dois estranhos entrando na cozinha de sua casa.

Lutz que tentou lutar com um dos homens por um breve momento, conseguiu sair a tempo e pegar uma .38. Ele atirou nas costas de um dos invasores que morreu no local.

Em entrevista à imprensa, o veterano relatou que sempre guarda sua arma embaixo de seu travesseiro caso precise se defender. Ele também falou que não se arrepende de usar sua arma como defesa pessoal e de sua casa.

"Nunca tive medo na minha vida. Deus sempre esteve comigo e sou um forte crente em Deus, em Jesus Cristo, e Deus estava comigo esta noite ", disse Lutz.

A informação é do Breitbart 


O Congressista precisa de sua ajuda. Nos faça uma doação através de nosso apoia.se

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/