Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

Para professor da USP, EUA terá nova crise imobiliária



O professor da Universidade de São Paulo, Stephen Kanitz, apontou em seu perfil no Facebook que os EUA podem passar em breve por uma nova crise imobiliária.

Ele escreveu: "Trump Reduz Dedução de Juros Imobiliários

A crise de 2008 foi um divisor de águas para mim, ao mostrar a total incompetência e incapacidade de análise dos maiores especialistas americanos.

'Quem não analisar corretamente seus problemas irá revivê-los."

Pesquise na internet e você vai achar que a crise de 2008 foi causada por especuladores, por uma bolha, por bancos que emprestavam para todo mundo, perfeitos idiotas que eram.

Acho que fui um dos poucos a apontar como culpado a política Econômica vigente de "dedução dos juros Imobiliários do imposto de renda" como o verdadeiro culpado. O MID, Mortgage Interest Deduction.

Isso provavelmente porque nós brasileiros somos mais aptos a entender os efeitos a longo prazo da inflação e que juro nominal não é juro.

Mais uma vez, os culpados são as políticas econômicas do governo e não a "exuberância do mercado", segundo Greenspan.

Permitem o abatimento do IR dos juros nominais, que é um erro elementar, especialmente para pessoas que estavam na faixa de 45% de imposto de renda.

Graças a esse incentivo Keynesiano, não somente o juro real se tornava zero, mas até uma parte da amortização saía de graça.

Para os Bancos bastava o tomador não perder seu emprego, e somente 4% o perdiam, que a ciranda funcionava.

Nem entrada seria necessário, o próprio governo pagava a sua casa, ou praticamente 80% segundo meus cálculos.

Mas aí um professor de NY, Daniel Roubini, iraniano e marxista, saiu na imprensa gritando FOGO, afirmando que todos os Bancos estavam tecnicamente quebrados, e o pânico ficou disseminado, como na semana passada com o Bitcoin.

Fico feliz que Trump na sua reforma fiscal, reduziu o limite de isenção dos juros nominais para a casa própria, em 25%.

Que somada a inflação de 2008 para cá reduz em 50% esse problema.

Trump não eliminou totalmente esse subsídio, porque o Lobby das construtoras e do Partido Democrata, que adora subsidiar o setor, não deixaria."

E a bolha imobiliária está aí novamente como eu previ na época, espero que essa medida do Trump consiga reverter sua explosão a tempo.

Ninguém está dando conta, e se ela estourar também, não haverá QE que salve a economia americana. Isso é muito sério e ninguém está percebendo"

O post original pode ser visto aqui

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/