Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

Trump acerta ao reconhecer Jerusalém capital de Israel


Historicamente, Jerusalém sempre foi a capital de Israel, desde a época do Reino de Judéia, há milênios, sendo inclusive citada diversas vezes em versículos da Bíblia. Quando aquela região passou a ser possessão britânica e se chamar Palestina, entre os séculos 19 e 20, Jerusalém permaneceu como capital. E é assim até hoje.

A cidade de Tel Aviv tem as embaixadas, etc., como mera formalidade para não melindrar os "pacíficos" muçulmanos, já que esta região tem predominância de palestinos.

A decisão de Trump foi acertada. Foi o único que teve coragem de reconhecer Jerusalém como capital oficial de Israel. Não entendi o alvoroço causado por muçulmanos e "analistas políticos" dizendo que o presidente americano quer causar uma guerra.

Oras, hebreus e maometanos mancham de sangue as areias do deserto há mais de cinco mil anos. Tratado de paz não são obedecidos, vira e mexe vemos alguma notícia de ataque a Israel por parte dos palestinos, etc...

Em tempo: logo após a criação do Estado de Israel, em 1948, o primeiro ataque partiu exatamente dos "simpáticos e pacíficos" palestinos.

O Congressista precisa de sua ajuda. Nos faça uma doação através de nosso apoia.se

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/