Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

LIVRES se une com movimento progressista Agora









O Partido Social Liberal, PSL-LIVRES, depois de tanto fazer postagens controversas e extremamente progressistas, como a defesa da ideologia de gênero, defesa do feminismo, do movimento LGBT e ataques desesperados à Jair Bolsonaro, parece de fato se assumir de vez como um movimento mais à esquerda. Paulo Gontijo, do LIVRES, faz parte do movimento progressista Agora, que tem como integrantes figuras ligadas ao governo Dilma e Temer como Beto Vasconcelos, ex-chefe de gabinete de Dilma. Luciano Huck, que há pouco tempo se especulava pré candidato, também participa do Agora.

O movimento defende basicamente a ''redução da desigualdade'', ou seja, mais um movimento igualitarista que segue a mesma agenda socialista dos partidos como PT, PSDB, PMDB. Inclusive o Agora tem conversado diretamente com o PPS (partido filiado ao Foro de São Paulo), Rede (da socialista Marina Silva) e o próprio LIVRES.

Não é surpreendente o Partido Social Liberal participar desse movimento, pois basta entrar em uns 5 minutos em sua página do Facebook para perceber que o Partido tem uma concepção utilitarista de liberdade, e não uma concepção jusnaturalista de liberdade advinda do liberalismo clássico e do conservadorismo liberal. Para o LIVRES, a liberdade individual não provém do direito natural intrínseco à natureza humana, mas sim um mero culto ao individualismo. O Livres ataca a esquerda com luvas de pelica e ataca os conservadores de forma desproporcional.

Seu líder,  Fábio Ostermann recentemente já afirmou que prefere votar em Marina Silva ou em um tucano do que em Jair Bolsonaro.

Para entender o cenário atual, é necessário saber identificar quem realmente faz parte da direita, seja ela conservadora ou liberal, e quem de fato é oportunista e utiliza do discurso liberal para levantar bandeiras progressistas.


O Congressista precisa de sua ajuda. Nos faça uma doação através de nosso apoia.se


Um comentário:

  1. Pelo amor de Deus, parem de chamar esquerdistas de "progressistas"

    ResponderExcluir

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/