Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

Crimes aumentam no Reino Unido mesmo após desarmamento

Armas de um programa de retorno de armas em Los Angeles, 12-13-2014.

Entre os dias 13 e 26 de novembro, o Reino Unido lançou uma campanha para os cidadãos entregarem as suas armas. O número não foi divulgado, mas o caminho trilhado pelos ingleses parece que não está dando muito certo.

Em 2014, também foi feita uma campanha de entrega de armas na Grã-Bretanha, cujo número chegou a 6 mil. Porém, o número de crimes com armas de fogo continuou aumentando.

De acordo com o Office for National Statistics: "As infracções envolvendo armas de fogo aumentaram 27% (para 6.696) no ano findo em junho de 2017 em relação ao ano anterior (5.269 infrações). Isto foi impulsionado em grande parte por um aumento de 25% nas infracções envolvendo armas de mão (até 2.791 de 2.224) e em parte por um aumento de 18% nas infrações envolvendo armas de imitação, como armas de BB8 (até 1.721 de 1.457), um aumento de 53% nas infrações envolvendo espingardas (até 652 de 427) e um aumento de 47% nas infrações envolvendo armas de fogo não identificadas (até 933 de 635). A última ascensão continua uma tendência ascendente observada nas infrações de armas de fogo nos últimos anos."

A informação é do Daily Wire


O Congressista precisa de sua ajuda. Nos faça uma doação através de nosso apoia.se

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/