Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

Bolsonaro critica Mais Médicos: "dinheiro para a ditadura cubana"

Imagem relacionada

O Supremo Tribunal Federal decidiu manter o programa Mais Médicos, que recebe profissionais de Cuba. Jair Bolsonaro, que é critico do projeto desde a sua criação, falou da decisão dos ministros.

"O STF decidiu manter o Mais Médicos. Na prática, isso representa mais de 1,3 bilhão do nosso dinheiro para a ditadura cubana para manter agentes sem comprovação de capacidade e aptidão em nosso país, enquanto nossos médicos estão abandonados e sem condições para trabalharem", disse Bolsonaro em seu Twitter.

Logo depois ele completou: "O problema não é contratar estrangeiro, mas um agente sem capacitação, além de menos de 60% do dinheiro pago ficar com o cubano. Por fim, é óbvio que a população brasileira acaba pagando 2 vezes: falta de atendimento capacitado e muito dinheiro bancando ditaduras. Eis o contexto!".

Veja os posts originais aqui e aqui 

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/