Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

Após dizer que a Previdência não é deficitária, Eduardo Bolsonaro parece voltar atrás

Resultado de imagem para eduardo bolsonaro

Um post no Twitter do deputado-federal Eduardo Bolsonaro causou polêmica.

Após um usuário do Twitter escrever para o deputado-federal "Espero q apoie a reforma da previdência, 65anos é idade mundial para aposentar, com os EUA subindo juros e sem a Reforma não terá BR em 2019", Bolsonaro respondeu: "Prezado, a previdência não é deficitária. Para onde está indo esse dinheiro? O governo que não reduz o tamanho do Estado não tem moral para exigir sacrifício do povo antes disso. Senão daqui a uns anos será preciso outra reforma da previdência. Essa é a união que prego".

Criou-se, claro, uma grande polêmica. No entanto, Eduardo Bolsonaro voltou a escrever que: "Há deficit sim da previdência.Quis dizer era q não concordamos c/proposta do Gov.Temer/Dilma/Lula. Uma reforma q n resolve o problema e impõe + peso aos pobres.Apresentaremos proposta da Aposentadoria Fásica,c/base em paper d prof. da Unifesp e publicada na Revista Bras. de Prev.

Quem também entrou no debate foi o pré-candidato do Partido Novo, João Amôedo e escreveu: "O Brasil não precisa de mais populismo. Falar em reduzir o Estado já virou consenso. Precisamos agora tomar as decisões difíceis, baseadas em fatos e dados visando sempre a sustentabilidade fiscal do país. Sem privilégios, sem corporativismo, sem populismo".

Os posts podem ser vistos aqui, aqui, aqui e aqui.

O Congressista precisa de sua ajuda. Nos faça uma doação através de nosso apoia.se

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/