Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

[OPINIÃO] Falar que um estado brasileiro enriqueceu sem ajuda da União é insano


Por Rudi Guimarães

É evidente e inegável que todos os estados brasileiros se beneficiam do mercado interno nacional, assim como já usufruíram ou usufruem de subsídios e incentivos da União.

Nenhum dos ditos estados ''ricos'' prosperaram à toa. Uns tiveram apoio da União para assentar imigrantes com mão de obra qualificada, outros cresceram de um processo de enriquecimento que desencadeou num pioneirismo em alguns setores da economia, além de concentrar o poder financeiro de uma nação continental.

Tal prerrogativa insana e egoísta, da qual enriqueceram somente por mérito próprio, sem ajuda da União, é uma inverdade sem tamanho. Não é de hoje que sabemos o benefício que todos os lugares do Brasil tiveram por fazer parte desta nação, praticamente nos preservamos de muitos dos perigos que poderíamos ter caído igual aos nossos vizinhos.

Não precisa de muito pra ver o quão sem embasamento são dados jogados ao vento, sem contextualização e base na realidade. É mais do que claro uma recessão e empobrecimento geral de qualquer parte do país que se desintegre, não precisando de muito para explicar os motivos reais disso.

Um comentário:

  1. Postagem coletivista e dissonante das verdades apodícticas enunciadas pela Escola Austríaca. São paulo por exemplo, enriqueceu devido ao investimento PRIVADO em infra-estrutura. Se não fossem a burocracia e tributação excessivas do Brasil, poderia muito bem estar melhor que o Chile. Sem base é este artigo que não cita uma relação causal necessária ou fatos devidamente comprovado e com as respectivas fontes.

    ResponderExcluir

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/