Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

O Jardim das Aflições e o Aflito dos Intolerantes


Por Nivia Junqueira

O filme "O Jardim das Aflições" tem causado um grande aflito naqueles que se dizem tolerantes e pregam a tolerância

"O Jardim das Aflições" sofre boicote na mostra de Pernambuco

Desde sua primeira mostra, no festival Cine PE, que ocorreu de 23 a 29 de maio, "O Jardim das Aflições", de Josias Teófilo, tem sofrido ataques maciços de grupos de extrema esquerda. Aqueles mesmos que pregam por democracia, tolerância e gritam contra a censura no Brasil.

Na época, cineastas que ainda acreditam na fracassada ideologia de esquerda e no "golpe" contra Dilma Rousseff, protestaram contra a exibição do filme. Alegaram ser contra, veja bem, filmes com viés ideológico.

E após inúmeras tentativas de boicote, a verdadeira democracia e o bom senso venceram. "O Jardim das Aflições" foi exibido com louvor. O documentário ganhou o Prêmio de melhor longa-metragem, além de conquistar o Troféu Calunga de melhor montagem. É compreensível o desespero da esquerda!

Tenha Acesso ao filme e mais conteúdos extras exclusivos

Novo episódio de violência em exibição de filme sobre Olavo de Carvalho termina em pancadaria na UFPE

Após toda confusão na estréia do documentário sobre o filósofo Olavo de Carvalho, "O Jardim das Aflições" sofreu novamente tentativa de boicote. Dessa vez, os ânimos de um grupo de extrema-esquerda ficou alterado e eles partiram para confronto com algumas pessoas que estavam no local.

A exibição do filme foi marcada para o dia 27 de Outubro, no auditório da Universidade Federal do Pernambuco (UFPE), em Recife. Na ocasião, estudantes contrários às posições do filósofo tentaram impedir a passagem e entraram em confronto com algumas pessoas pró Olavo de Carvalho e Bolsonaro, que estavam no local.

A extrema-esquerda começou a gritar palavras de ordem como "recua, direita, recua" e "fascistas". E então, um jovem vestindo uma camiseta com a imagem do deputado Jair Bolsonaro foi agredido por um dos manifestantes.

Josias Teófilo falou ao Estadão e disse que a violência está em ambos os lados. Mas grupos da esquerda já estavam se unindo e se mobilizando para tentar impedir a exibição do filme na Universidade.

O Ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, comentou em defesa da exibição de "O Jardim das Aflições", sua página no Facebook: "Não há censura, intolerância, totalitarismo, ilegalidade ou ódio 'do bem'. Viva a liberdade, a diversidade, o Estado de Direito, a tolerância e a democracia."

Josias Teófilo, diretor de "O Jardim das Aflições", responde os intolerantes.

Após a repercussão da estréia do filme na mostra de Cinema de Pernambuco, o diretor Josias Teófilo usou o Facebook para responder os intolerantes:

"Por enquanto, a perseguição vinha sendo velada. Tentaram convencer profissionais a não trabalhar no filme (…). Mas agora ficou evidente. O que eles alegam? O filme vai contra a possibilidade de diálogo. Ou seja, nos festivais brasileiros, você só pode ser esquerdista petista, esquerda PSOL, ou no máximo esquerda PSDB. Se for conservador, não pode haver diálogo".

E após esse novo evento, Josias comentou que, infelizmente grupos de direita precisam se arriscar para conseguir espaço em Universidades e ambientes culturais e educacionais mantidos sob hegemonia da esquerda. E lamentou a falta da presença da guarda universitária na exibição do documentário.

Apoiar as produções de direita são um modo de mudar a realidade atual

Como já sabemos, infelizmente no Brasil é assim que as coisas tem funcionado. Dominação da esquerda em todos os ambientes: mídia, cinema, TV, jornais e teatro. A internet ainda é um espaço um pouco mais democrático onde ideias divergentes podem ser vistas e seguidas.

Por isso é extremamente importante que o público liberal e conservador apoie filmes, documentários e entrevistas realizadas por autores de direita.
Atualmente, produções com essas linhas ideológicas tem ganhado visibilidade e o gosto da população. É o caso de:

Real, o Plano por Trás da História

Polícia Federal, o Filme (maior bilheteria de estreia nacional)

Documentários e Entrevistas do Brasil Paralelo

E o filme "O Jardim das Aflições".

Você pode adquirir o filme "O Jardim das Aflições" através dos links abaixo em duas versões:

O Jardim das Aflições - Versão Estendida + Extras


Além do filme na versão original, o pacote inclui acesso a um conteúdo exclusivo:

1 - Versão estendida do filme (+15 min)
2 - Versão original do filme
3 - Extra: As doze camadas da personalidade
4 - Extra: Individualismo e coletivismo
6 - Extra: Poder Popular
7 - Extra: Making of e bastidores do filme
8 - Extra: Debate com Olavo de Carvalho em New York
9 - Ebook: Roteiro do filme
10 - Ebook: Entrevista com Olavo de Carvalho
11 - Ebook: Diário de montagem
12 - Cartaz em imagem em alta
13 - Pintura de Olavo de Carvalho em imagem em alta
14 - Fotos exclusivas do filme

Ou na versão simples:

O Jardim das Aflições - Versão Original + Making of


Depois de sofrer boicotes pelos festivais de cinema, passar 9 semanas em cartaz nos cinemas comerciais e receber 3 prêmios, chegou a hora de levar o filme O Jardim das Aflições até sua casa. Esse pacote contém o filme e também o making of das filmagens.

Que novos conteúdos possam surgir para causar aflito àqueles que se dizem tolerantes e defensores da democracia.

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/