Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

10 motivos para o Brasil voltar a ser uma monarquia


Por Ana Zanatta

1) Entre os 10 países menos corruptos do mundo em 2016, 7 são monarquias.

De acordo com o IPC, da Transparência Internacional, Dinamarca, Nova Zelândia, Suécia, Noruega, Países Baixos, Canadá e Luxemburgo têm pontuação acima de 80. Sendo 100 nada corrupto e 0 altamente corrupto. A pontuação do Brasil é 40.

2) Entre os 10 países com maior PIB per capita em 2016, 6 são monarquias.

Qatar, Luxemburgo, Brunei, Kuwait, Noruega e Emirados Árabes Unidos têm alguns dos maiores PIB per capita, segundo o FMI e o Banco Mundial. O PIB per capita do Brasil está abaixo da média mundial.

3) Entre os 10 países com maior grau de facilidade de se fazer negócios, 5 são monarquias.

Nova Zelândia, Dinamarca, Noruega, Reino Unido e Suécia apresentam ambientes regulatórios mais propícios à criação e operação de empresas locais, segundo ranking de 2016 do Banco Mundial. De 190 países, o Brasil está em 123º.

4) Entre os 10 países com maior liberdade econômica, 4 são monarquias.

De acordo com o índice de 2017 da Heritage Foundation, Nova Zelândia, Austrália, Canadá e Emirados Árabes Unidos estão entre os países economicamente mais livres do mundo. Reino Unido, Luxemburgo, Países Baixos, Dinamarca e Suécia também aparecem entre os 20 mais livres. De 180 países, o Brasil é o 140º mais livre.

5) Entre os 10 países com melhor IDH em 2015, 5 são monarquias.

Noruega, Austrália, Dinamarca, Países Baixos e Canadá são muito bem avaliados em relação a medidas de riqueza, alfabetização, educação, expectativa de vida e natalidade. O Brasil ocupa a 79ª posição neste ranking.

6) A monarquia é mais barata que a república.

Os valores monetários referentes aos gastos de diversos chefes de Estado do mundo variam conforme a fonte dos dados, a data e a moeda. Porém, se você fizer sua própria pesquisa, concluirá que os custos das famílias de monarcas estão na ordem de milhões de reais ao ano e de presidentes somam bilhões de reais ao ano.

Como se isto não bastasse, além de os brasileiros pagadores de impostos sustentarem Michel Temer, continuam sustentando Dilma Rousseff, Luiz Inácio Lula da Silva, Fernando Collor, José Sarney e Fernando Henrique Cardoso. Estes têm direito a aposentadoria, oito assessores, dois carros, diárias, combustível e outras regalias.

7) A monarquia é favorável à economia.

Estudos apontam que a economia de países cuja chefia de Estado passou de líderes não hereditários para líderes hereditários apresenta um crescimento de 1,03% ao ano. Além disto, períodos de estagnação após reformas institucionais em monarquias são menores que em repúblicas, e até inexistentes. Turismo, moda, arte e bens de consumo em geral também são impactados positivamente pela influência dos príncipes.

8) Monarcas têm princípios morais.

Herdeiros da coroa são educados para o dever de defender sua nação e saberem o que é melhor para o seu povo. Isto os torna mais bem preparados que qualquer governante eleito. Príncipes não podem ser comprados e entendem que seu trabalho é para a vida, não para 4 ou 8 anos. Como já disse G.K. Chesterton: “Não precisamos de um político-negociante, mas de um rei-filósofo”.

9) Monarquia é sinônimo de estabilidade, soberania e legitimidade.

No Oriente Médio, viver em segurança depende basicamente de estar sob o domínio de um monarca ou de um presidente, uma vez que instituições fortes levam gerações para serem construídas e este é o porquê delas serem melhores criadas e sustentadas por dinastias interessadas no bem da pátria. Mesmo que monarquias constitucionais modernas não sejam a causa de práticas democráticas, são o resultado de culturas políticas democráticas de alto desempenho, caracterizadas por continuidade, comprometimento e moderação.

10) Monarcas aumentam a confiança social.

Reis e rainhas representam o povo, enquanto políticos representam apenas o seu partido. Em tempos difíceis e em tempos de celebração, monarcas promovem coesão, despertam orgulho e patriotismo nas pessoas e as unem. A confiança social é maior em monarquias e é um fator socioeconômico relacionado a menos criminalidade e corrupção.

--

Mostre seu apoio à realização de um referendo sobre a restauração da monarquia parlamentarista no Brasil votando em "SIM" no site do Senado Federal na Consulta Popular referente à Sugestão Legislativa n.18/2017.

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/