Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

Hungria e Polônia desafiam as cotas de imigração da União Europeia


O líder húngaro, Viktor Orban, atacou as cotas de imigrantes e prometeu proteger a Polônia das sanções da UE. "Nós não queremos uma população mista, como está sendo criada em países ao oeste de nós. Queremos outras soluções, por isso, respeite isso", disse ele, que também afirmou que não quer  ver "o elemento cristão constantemente diminuindo" na Europa.

"Aceitamos que alguns estados da UE se tornaram estados imigrantes. Nós não queremos ser assim” falou Orban em visita oficial à Polônia. A primeira-ministra polonesa, Beata Szydlo, atacou as cotas de imigrantes da mesma forma que Orban.

"O caminho que nossos governos escolheram em matéria de imigração ilegal acabou por estar certo... a principal base de nossas ações tem que ser a segurança de nossos cidadãos", disse ela.

A informação é do EUobserver.

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/