Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

[CRÔNICA] Criar listinha com "falsos direitistas" e chamá-los de "fabianos" é ridículo e totalitário


Por Davi Alves

Domingo, Onze horas da noite. Pernambuco. Amigos, há dois dias vem acontecendo, como vocês devem saber, uma grande discussão totalmente ridícula no Facebook, que mostra a infantilidade de algumas pessoas. O engraçado é que alguns delas se declaram líderes de movimentos que possuem a palavra “direita” no nome, e perdem tempo criando listas sobre uma autodeclarada “sacra verdadeira direita”, totalmente perfeita na mente dos seus santos membros, contra uma “falsa direita social-fabiana e globalista”

Parecem um bando de esquerdista acusando pessoas de serem financiados pela a CIA, certo? Sim, mesmo o Brasil vivendo uma crise econômica e jogado no mar de lama da corrupção, o mais importante para essa “direita” é comentar sobre quem são seus verdadeiros e falsos membros.

A coisa toda começou quando um homem chamado Fernando Henrique Maia Ottoni elaborou uma lista onde acusava pessoas como o deputado Paulo Eduardo Martins, Felipe Moura Brasil, Rodrigo Constantino e vários outros de serem seguidores e propagadores do comunismo, do globalismo e da islamização, pela a insignificância do autor e a babaquice que é a lista, eu não deveria nem estar comentando isso, mas é preciso. 

Adivinhe qual foi o crime cometido pelos nossos queridos “falsos direitistas”? Alguns, segundo o criador da lista, já declararam que o prefeito de São Paulo João Dória é um mal menor do que Lula em um possível segundo turno. Outros já criticaram o deputado Jair Bolsonaro. E por último, alguns já defenderam o coitado do Alexandre Borges. 

A "sacra Verdadeira Direita" precisa entender que não é assim que se faz política. Eles precisam entender que um dos citados, o Rodrigo Gurgel, é de maior importância do que todos da "Sacra Verdadeira Direita". Precisam compreender também que as pessoas são livres para falarem o que quiserem mesmo se você não gostar.

A "sacra Verdadeira Direita" precisa entender que idolatrar políticos é coisa de grupos políticos totalitários e pessoas de esquerda, acostumadas a idolatrar Che Guevara, Trotsky, Lenin e outros. "A Sacra Verdadeira Direita" precisa entender que vivemos em uma democracia.

Se vocês acham que o Lula é um mal menor do que o João Dória, problema de vocês, votem nele. Mas acredito que a opinião de todos que pensam deve ser a mesma da minha sobre um possível segundo turno entre João Dória e Lula. A prudência me faria votar em Dória, obviamente. Claro, eu apoio totalmente o Bolsonaro, mas ele não é meu dono, não é dono do meu voto e nem dono da direita.

É triste ver pessoas como os citados acima, e vários outros como o Carlos Andreazza, o Rodrigo Jungmann, o Paulo Figueiredo Filho e o Flavio Morgenstern, enquanto produzem coisas tão boas para o conservadorismo do Brasil, serem chamados de "falsos" por pessoas tão inúteis. Faço um pedido ao criador da lista: da próxima vez me coloque, será uma honra...

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.