Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

Esposa de preso político venezuelano pede ajuda a Trump



O que dirão os críticos de Donald Trump se ele desempenhar papel decisivo na ajuda ao povo venezuelano? Vão dizer que trata-se de uma intromissão desnecessária, que seria melhor os cidadãos da Venezuela continuarem vivendo na miséria desde que não existe nenhuma intromissão de outro país? Se alguma pessoa realmente falar tal absurdo, passaria a ficar, automaticamente, descreditada de defender a democracia, pois isso é justamente o que mais anda sumido na ditadura de Nicolás Maduro.

O fato é que Lilian Tintori, esposa do preso político Leopoldo López, esteve na Casa Branca reunida com o presidente americano Donald Trump. No encontro também estavam a primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, o vice-presidente Mike Pence e o senador Marco Rubio. Lilian fez um apelo para que os EUA ajudassem na libertação de todos os presos políticos venezuelanos e no reestabelecimento da democracia em seu país, com o fim da ditadura que a Venezuela vive desde o governo de Hugo Chavez.

Se Trump realmente agir nesta direção, de uma vez por todas estará calando seus críticos que afirmam que o recém empossado presidente americano não gosta de latinos-americanos por querer construir um muro na fronteira com o México. Tirar a Venezuela do atoleiro que se encontra atualmente seria o maior gesto que um líder de governo poderia fazer a favor daquele país, que sofre há anos e que praticamente não enxerga nenhuma ajuda vinda de outra nação.


Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.