Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

Tema em Debate: pesquisa no DL aponta que para 74% o governo Temer é apenas mediano



O Tema em Debate desta edição perguntou aos participantes do grupo Direita Liberal qual avaliação eles fazem do governo Michel Temer. Para 74%, o governo é mediano. Para 22% é ruim e apenas para 4% é bom. Nos comentários, entretanto, o que mais pudemos ver foram críticas às atitudes do presidente, embora alguns elogios às medidas apresentadas inicialmente, como a PEC do teto dos gastos públicos e a reforma do Ensino Médio. Alguns também ponderaram sobre a dificuldade de se governar com o momento que o Brasil atravessa. A pesquisa foi realizada nos dias 28 e 29 de novembro e contou com 175 participantes (foi o recorde desde que esse modelo começou ser aplicado no quadro). Confira os comentários:

Ele está "tentando arrumar a economia", mesmo que de um modo meio tosco. Mas a PEC de teto de gastos merece aplausos, apesar de algumas falhas. Por outro lado, não largou ainda a "cumpanheirada" e tem muito corrupto se aproveitando para se fazer de santo. E ele está a permitir isso, já que não tem força para governar sozinho. Sobrepesando os dois, ficamos naquela do "rouba mas faz", enquanto o governo do PT era "só roubava sem fazer".
Filipe Moreli

Um bom governo dentro do contexto atual - as opções (continuidade de Dilma ou novas eleições) eram bem mais perigosas -, mas poderia ser bem melhor na montagem do ministério. Ainda com o processo de impeachment teve de ceder a muitas pressões pra manter a estabilidade. E hoje, já com o cargo consolidado, sofre ataques de todos os lados. Pro bem de todos, espero que ele resista e consiga implantar algumas reformas até 2018.
Matheus Fagundes Gonçalves

Está faltando republicanismo, respeito à lei e ruptura com o paternalismo! Esse caso do Geddel me deixou de saco cheio!
Rui de Salles Oliveira

Governo sempre é ruim. A demagogia do presidente Temer me irrita. No início do mandato a opinião pública não estava tão acostumada com o modo hábil do peemedebista de levar as atitudes à frente. Hoje, como estamos melhorantos na leitura das ações, parece que o poder dele de escapar das controvérsias diminuiu. Temer não engana mais ninguém!
Pedro Henrique Pasquali

Além de ser corrupto, o governo de Michel Temer demonstra na prática a continuidade da velha política petista. Não houve corte de cargos públicos, apenas realocação. Não diminuirá o estado, o governo não vota reforma da previdência, a reforma política do papel sai apenas garranchos, recuou na implantação da reforma escolar, cala-se diante do projeto Escola Sem Partido. O governo está dando continuidade nas negociatas políticas de ministérios, colocou comunista no ministério da cultura e aos poucos vem recolocando os esquerdistas em cargos importantes. Temer é uma fraude!
Elias Gsavok

Não dá para se esperar muito do Temer. Nunca foi liberal, conservador ou direitista. Esteve junto com o governo do PT com Dilma em dois mandatos. Esperar muito dele é ser muito ingênuo. PMDB nunca foi um partido direitista ou mesmo de centro-direita. Esperar o quê então de suas ideologias? No Brasil não há um partido que realmente seja de direita. Uma parte do PSC se alinha com os comunistas e uma parte do PSL também. No NOVO há diversos problemas internos que já fiquei sabendo. Ora, por que tanto espanto?

Claro que o povo quis tirar a Dilma do poder, pois, realmente não dava mais. 12 milhões de desempregados é o resultado do governo dela e do partido em si, já que o PT ficou mais de 10 anos no poder - tempo suficiente para alavancar um país para condições melhores. Na minha opinião Temer encara um momento que se deve adotar medidas direitistas - o que não faz jamais ele ser de direita. Ele precisa melhorar a economia e a economia só melhora com propostas capitalistas e não anti-capitalistas, com propostas mais liberais e conservadoras economicamente falando.

Fiquei com esperança de mudança quando vi ele com o Macri, ao menos pensei que Macri daria sugestões econômicas e medidas para melhorar o país. Temer também já citou Margaretch Tatcher, o que é um avanço. Parece que ele está adotando as ideias mais liberais, mas sendo bastante conservador quanto elas. Não é um governo ideal, ele tem seus problemas e se vê com uma pressão social gigantesca por parte de sindicatos etc. No máximo o que eu espero é uma ponte para 2018. Quero que faça o necessário, e do jeito que o país está vamos ter que esperar uma segunda ponte em 2018. E se quisermos realmente uma ponte para um país melhor precisamos parar de votar em quem tem a mesma ideologia e ideias que Dilma e da esquerda em geral. A esquerda domina a política, domina o pensamento comum brasileiro. Está na hora da direita se levantar um pouco e fazer um bom governo, mostrar para as pessoas que direitistas não são monstros nazistas ou qualquer coisa do tipo como a esquerda imputou a nós por longos anos.
Bruno Lopes



É claro que é ruim! É o caldo que sobrou quando o PT foi espremido e jogado no lixo. Alguém esperava alguma coisa boa? Ainda assim é preferível essa caldo rançoso do que a fruta podre original.
Marcelo Falcão de Oliveira

Na cerimônia de posse disse com todas as letras que iria lutar pela reforma da federação, criar um federalismo verdadeiro. Não moveu uma palha nesse sentido. Não é a salvação do país, mas seria um começo.
Lucas Vianna

Só tem algum valor pelas propostas recomendados pelo Henrique Meirelles (ministro da Fazenda) na economia e mais ou menos pela MP do Ensino Médio (minha preocupação é com os custos...). De resto mais do mesmo. Eu lembro que a esquerda falava que ele ia ser um Margaret Thatcher. Quem dera... Um puta banana. Só ver que a crise interna do seu governo veio de um ministério que ele recriou por ceder às pressões daqueles que foram chutados pelo povo.
Lucas Monteiro

Ruim. O governo dele parece um daqueles bonecos de posto de gasolina, vai para onde o vento soprar. Se alguém reclama de uma medida, revoga-se a medida na hora. Não se vê plano algum para nada. A PEC 55 é um avanço? Sim, mas é uma ilha num oceano de barbaridades. E vamos combinar que, até agora, este governo não representou nenhuma austeridade fiscal de fato. Ao invés disso, criaram essa PEC que dilui o ajuste fiscal ao longo de vinte anos, isso se os próximos governos não alterarem no Congresso após 2018. Até fazer efeito, a nossa dívida já vai ter superado os 100% do PIB. Os repasses ao BNDES continuaram, praticamente tudo o que o governo anterior estava fazendo continuou, só o discurso está mais simpático. Coloquei na minha cabeça que o Temer tem seis meses para mostrar serviço, a partir da sua efetivação. Ainda tem quatro meses, mas até agora está muito mal.
Angelo Biazus Kramer

Governo ruim, muito ruim, não sendo pior apenas que o governo antecessor. O porquê? Quem consegue citar algo favorável sem ser a PEC 55? A MP do ensino médio eu concordo, mas veio fora de hora, através de uma MP sem aparentemente uma consulta com especialistas da área. Corrupção continua a mesma coisa, mais tentativas de tentar sufocar um pouco as operações em andamento. Corte de gastos só na PEC, concedendo mais aumentos e cedendo à pressões antes dela pra fazer média com o dinheiro público. Voltou atrás muitas vezes, perdeu crédito com a população que é o mínimo conscientizada, e agora está balançando, podendo cair. Não tem como ser generoso com um governo desses.
Ramon França

Quem ama qualificar governo pelas intenções é a esquerda. O governo Temer de concreto não deu nenhum resultado após 6 meses. Ele tem uma base de apoio considerável no Congresso. Os empresários e a sociedade organizada já deixaram claro quais as reformas que precisam ser feitas. Ele não precisa se preocupar com popularidade, o que ótimo, já que a maioria delas é "impopular". Porém, ele tem errado muito, erros grosseiros. Esperava mais seriedade da parte dele. Espero que em 2017 ele seja bem mais eficiente.
Marquisson Pereira Seabra

Não tem como governar nada com a bagunça que está a política nacional. Nem o Temer sabe se amanhã ele será ainda o chefe do executivo.
Gabriel Augusto dos Santos

Um barqueiro com barco pequeno e remo quebrado navegando em correnteza forte, com um mundo de gente tentando colocá-lo à pique e outro mundo torcendo para que afunde, mas que com o pouco recurso que tem está imbuído de chegar à margem destino.
Paulinho Wilges Borda

É muito molengão, e sempre pende para esquerda porque eles pressionam mais. Se ele não tivesse desistido de fechar o Ministério da Cultura, não estaria no sufoco que está agora.
Pedro Henrique Barros

Um comentário:

  1. È um governo de transição, e na minha opinião, o mesmo seria co-autor quanto ao crime de responsabilidade, já que seria obrigação do mesmo acompanhar os atos do executivo e alertar o congresso se houvesse irregularidade, como não o fez, foi conivente.
    Quanto a dizer que é mediano, discordo.

    ResponderExcluir

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

http://www.ocongressista.com.br/