Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

Com Caiado incerto, outros três nomes do DEM ganham destaque pra 2018


Por Davi Alves

Como informamos aqui em O Congressista, há um vídeo circulando na internet onde o senador pelo estado de Goiás Ronaldo Caiado afirma que possui vontade de ser governador do seu estado. Isso foi interpretado como uma possível desistência da candidatura à presidência. Agora já surgem outros nomes de possíveis postulantes do partido Democratas para a disputa.

O nome mais forte na disputa interna é Antônio Carlos Magalhães Neto, deputado federal pelo estado da Bahia por três mandatos e atual prefeito de Salvador. Vem de uma das famílias oligarcas mais famosas e bem sucedidas do país - é neto do falecido governador baiano Antônio Carlos Magalhães, que iniciou um reinado no estado nordestino, é sobrinho do também falecido Luis Eduardo Magalhães, ex-presidente da Câmara dos Deputados. Podemos considerá-lo um político de centro, reeleito esse ano para o cargo de Prefeito de Salvador, no primeiro turno, com 75% dos votos. Ano passado ganhou o título de Melhor Prefeito do Brasil pelo Instituto Paraná e foi eleito na ultima quarta-feira o Homem do Ano pela a revista GQ.

Outro possível candidato é Onyx Lorenzoni, alguém que não agrada muito bem o establishment do partido, mas atrairia as pessoas que votariam em Ronaldo Caiado. É um político da direita liberal e ganhou força em alas mais ideológicas do partido. Adquiriu destaque e apoio nacional esse ano na relatoria do projeto que visa transformar as 10 medidas contra a corrupção em lei. Tem 62 anos, é deputado federal pelo o Rio Grande do Sul no quarto mandato, luterano e formado em medicina veterinária pela a UFSM, foi um dos mais duros oposicionistas dos governos petistas de Lula e Dilma.

Por ultimo, membros do Democratas não descartam a candidatura do atual ministro da educação Mendonça Filho. Político com uma vasta experiência na política, já foi deputado estadual e federal por dois mandatos, vice-governador e governador do estado de Pernambuco. Filho do político José Mendonça Bezerra, é formado em administração pela Universidade de Pernambuco e fez curso de Gestão Pública em Harvard. Durante seu governo no estado de Pernambuco, privatizou algumas empresas estatais - vem ganhado apoio entre os caciques do partido.

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.