Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

Sócio-fundador da Natura diz que o liberalismo pode ser o futuro do Brasil


Por Benjamin Lopes

Pedro Passos, sócio-fundador da Natura, durante apresentação na Endeavor, deixou claro que o Brasil está em crise econômica e moral. Para solucionar esta crise a sugestão é buscar o formato de uma sociedade empreendedora, com maior participação dos cidadãos e menos intervenção do governo no mercado.

Para o empresário, o futuro é otimista porque a sociedade busca uma nova agenda, mais liberal, afim de construir um país moderno, que tenha direitos mas que também tenha responsabilidades. Assim, o Estado deve ficar mais eficiente e menor, a população passará a ser protagonista, e a nação mais produtiva.
"O Estado deve ser menor e os cidadãos assumirem papel protagonista"
Apesar da crise, o sócio-fundador recomenda o empreendedorismo: as adversidades existem, entretanto, a solução não é desistir e sim focar nas prioridades.

Esta opinião não é semelhante a opinião do governo PT, que desde o início defende as estatais e intervenções cada vez maiores no mercado (como o programa "Minha Casa, Minha Vida").

Não é a primeira vez que o empresário coloca-se em discordância com a programação petista, em entrevista ao Estadão ele disse: "A confiança dos empresários no governo acabou" (leia a entrevista aqui).

GOSTOU?



Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.