Expresso News

[expresso-news] [twocolumns]

Colunistas

[colunistas][bleft]

Entrevistas

[entrevistas] [twocolumns]

Economia

[economia] [bsummary]

Economista liberal critica documento do PMDB e colunista de O Globo

O economista liberal Rodrigo Constantino criticou em seu site o colunista do Jornal O Globo Ilimar Franco, por uma nota em que Franco afirma que o Banco Central tem sido independente nos governos Fernando Henrique Cardoso, Lula e Dilma. Constantino discordou afirmando que sob a atual presidência de Alexandre Tombini, o BC tem agido como "pau mandado" da presidente Dilma Rousseff.

"O BC de Tombini agiu claramente como “pau mandado” de Dilma, deixando a inflação ir embora porque a presidente assim desejava, acreditando que seria bom para o crescimento do país. É o que dá “aprender” economia com a turma da Unicamp…", afirmou Constantino num trecho do seu artigo.

A discórdia tem origem, na verdade, na carta do PMDB, intitulada como "Uma Ponte Para o Futuro", em que o principal partido aliado do PT no governo federal sugere uma série de medidas de âmbito liberal para tirar o país da crise econômica. No texto, também há críticas ao Partido dos Trabalhadores afirmando que a situação atual do Brasil tem sim causas internas, e que foram em decorrências de erros governistas.

Outros economistas liberais criticaram esse documento peemedebista. Apesar do texto trazer um escopo liberal, é justamente a parte do Banco Central que tem gerado a discórdia, pois o PMDB sugere maior controle sobre o BC com a seguinte indagação: "É justo que uma instituição não eletiva tenha este tipo de poder, sem nenhum controle institucional?". Países desenvolvidos com alto índice de liberdade econômica responderiam que sim, a essa pergunta.

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.